20 de março de 2008

Pierogies com Molho de Frango e Cogumelos


Esta sugestão é muito prática, pois utilizei pierogies congelados. Aqui nos EUA se encontra no tamanho usual e os mini. Os recheios também são variados. Eu utilizei batata com queijo cheddar.

Quando morava no Brasil eu não conhecia pierogies. Vim descobrir aqui, pesquisando as geladeiras do supermercado e resolvi experimentar.

Pode-se fazê-los de diferentes maneiras, mas eu prefiro cozinhar como se fossem nhoques, ou seja, cozinhando em água fervente.

Fiz a receita baseada numa sugestão que vi no livro Best Chicken Cookbook - Betty's Crocker's. Eu gostei muito e sugiro como uma opção gostosa e simples para a Páscoa, já que nem sempre a gente tem vontade de fazer pratos muito elaborados e trabalhosos e nem todo mundo gosto de peixes, comumente servidos nesta época.

Servir acompanhado de arroz branco e alguma outra guarnição de legumes e/ou salada.

Embalagem de Pierogies

Ingredientes:

1 caixa com 12 pierogies (480g) - diz 12, mas vem uns 15 dentro da caixa
1 cebola picada
1/2 Kg de frango cortado em cubos
100 g de cogumelos finamente fatiados
Sal, pimenta-do-reino e noz-moscada a gosto
Caldo de frango, q.b.
Molho Branco
Salsa picada


Modo de Preparar:
1) Preparar os pierogies, cozinhando em água fervente de acordo com as instruções da embalagem. Colocar no prato que vai ser servido. Reservar.

2) Em uma panela, dourar a cebola em óleo, acrescentar o frango e refogar um pouco. Acrescentar os cogumelos, temperar a gosto, acrescentar um pouco de caldo de frango e acabar de cozinhar. Quando o caldo de frango estiver quase todo evaporado, acrescentar o molho branco e misturar. Colocar o molho sobre os pierogies prontos. Salpicar com salsa picadinha e servir em seguida.


Molho Branco:

300ml de leite
1 colher sopa manteiga
1 colher sopa de farinha de trigo


Modo de Preparar:
Numa panela ferver o leite. Reservar. Em outra panela, derreter a manteiga em fogo baixo. Polvilhar a farinha e cozinhar. Sem parar de mexer, acrescentar o leite fervido devagarinho e continuar mexendo, por cerca de 3 minutos até obter um molho de consistência fina. Temperar a gosto com sal, pimenta-do-reino e noz-moscada e retirar do fogo.

Rendimento: 4 pessoas




Eu nunca fiz em casa por questões de praticidade. Para mim sai mais rápido e barato utilizar os prontos já que somos só duas pessoas em casa.

Muitas pessoas não conhecem este produto e talvez também não tenham a sua disposição os congelados disponíveis nos supermercados.

Para quem quiser fazer os pierogies em casa tenho como sugestão a seguinte receita:

Google Images

Pierogies
Fonte: cooks.com

Massa:
4 xícaras de farinha de trigo
1 ½ xícara de água morna ou do cozimento das batatas
1 ovo bem batido
1 colher (chá) de sal
2 colheres sopa de manteiga derretida ou óleo
Modo de Preparar:
Misturar a água com a manteiga e o ovo. Peneirar a farinha e o sal e colocar na mistura líquida. Fazer uma massa homogenea, cobrir e deixar descansar por mais ou menos uma hora.

Google Images

Recheio:
8 batatas médias
250g queijo (Cheez Whiz)
1 cebola grande finamente picada
Leite
Modo de Preparar:
Fritar a cebola em manteiga até ficar macia. Reservar.
Cozinhar as batatas e amassar como para purê. Adicionar o leite, a cebola e o queijo e misturar bem. Temperar com pimenta-do-reino se desejar.
Abrir a massa que estava em repouso bem fininha e cortar com um molde ou copo como se fosse pastel. Colocar uma colher de chá cheia do recheio e fechar. Colocar sobre uma toalha enfarinhada. Neste ponto pode congelar se desejar ou cozinhar.
Para cozinhar, colocar os pierogies numa panela grande com água fervendo com sal e, pelo menos, 1 colher sopa de óleo. Quando eles flutuream, estão prontos.
Se preferir, pode fritar em óleo quente, assar no forno, passando um pouco de manteiga derretida por cima para dar uma cor bonita ou ainda refogar em óleo e cebola picadinha. Fica a gosto.

10 comentários:

Feito com amor disse...

Claudia, comi uma vez em Curitiba, há muito tempo atrás, mas, ainda me lembro do sabor deles. Vendo o seu prato, veio à minha lembrança, um tempo bastante feliz.
Obrigada por compartilhar sempre conosco, esses pratos maravilhosos que tem feito.

Beijos e uma Feliz Páscoa a você e sua família.

Luciana disse...

Cláudia, nunca ouvi falar de pierogies, mas parece um raviole... bem vivendo e aprendendo...
Fiquei com vontade de provar, gosto muito de experimentar coisas diferentes.
Bjos, Lú.

Magia na Cozinha disse...

Luciana até eu vir morar aqui nos EUA também nunca havia ouvido falar de Pierogies, mas várias amigas conhecem no Brasil. Tem, mas, pelo jeito, não é muito popular. É uma pena, pois é muito gostoso.
Adicionei ao post a receita de como fazê-los, no caso de quem não tem os congelados a sua disposição. Fica a dica.
Abraços!

*-._.-* Anita *-._.-* disse...

Eu já conhecia, mas comi quando era criança (afff já faz um tempo! hehehe), caseiro, feito por uma amiga da família... Realmente é uma delícia... Me fez lembrar de bons tempos!
Bjs amiga e Boa Páscoa...

Receitas Miriam Gonzalez disse...

Olá Claudia!
Estou aqui salivando de vontade, acho q vou fazer agora se der tempo,achei parecidos com ravióles tbm, bem........vou provar depois te conto.Uma ótima Páscoa pra vc.
bjs

Magia na Cozinha disse...

Miriam não deixe de dar um retorno.É gostos mesmo, tenho certeza de que vc vai gostar.
Beijos e boa Páscoa!

AndreaDomingas disse...

Olá Claudia!

Obrigada pela visita lá no Dia de Domingas!
Eu provei Pirogies feitos por uma colega de turma polonesa. Gostei muito! Ela fez o recheio com champignons, mas disse que o de batatas também era popular. A sua receita parece-me ótima e vou guardar para experimentar um dia aqui em casa.

Bjs,

Andrea

Magia na Cozinha disse...

Andrea que bom que passaste aqui. Obrigada pela vistita tb.
Depois que conheci os Pierogies virei fã. Que delícia!
Bjs

Mel L. Ramos Bryar disse...

Oi Cláudia...hj a noite estou c/ um tempinho de sossego e resolvi ler seu blog inteirinho...menina...estou aqui me apaixonando mais e mais e com muita fome de suas delícias...cheguei aqui nesta receita e fui pesquisar sobre o PIEROGI e descobri que aqui no sul do Brasil nas colônias polonesas e ucranianas é muito comum este prato, já que tem origem nestas regiões!E que em Curitiba encontramos nas feiras de ruas. nossa quero ir correndo pra lá comer, enqto não der já anotei receitas e a suas dicas e vou fazer assim que tiver um tempinho!!!bjs

Magia na Cozinha disse...

Que bom Mel! Muito me envaidece. Somos aprendizes de todas nós. Nada como a troca de idéias.
Eu não conhecia esta delícia até me dudar para cá. Não é incrível a falta de informação que a gente tem as vezes?
Eu virei fã deste prato. É muito delicioso mesmo.
Bjs