21 de agosto de 2008

Bolo Invertido de Laranja e Framboesa


Quando vi o anúncio sobre o desafio da Simone, do Chocolatria, fiquei empolgada para participar e comecei a pensar no que eu poderia fazer de interessante para participar.

Ela propõem que associemos um prato a uma música. Não é díficil, mas quebrei a cabeça por um bom tempo até concatenar todas as idéias. Depois que a gente realiza uma proposta, começam a aparecer mil idéias e não dá mais vontade de parar! Este meu senso criador quer sempre mais e mais...


Eu comecei pela música. Escolhi Luiza do Antônio Carlos Jobim, porque simplesmente adoro esta música! Eu nunca fui fã dele, mas reconheço que foi um grande artista. Eu nem sequer possuo um CD dele. Mas nos dias de hoje, com o maravilhoso You Tube a nossa disposição, tudo fica bem mais fácil.

Eu morria de preguiça de visitar o You Tube, mas graças a Simone e a esta proposta, virei fã. Recomendo a todos fazerem uma visitinha, pois realmente vale a pena. Vamos a música! Quem não quiser ouvir, pode ler a letra logo abaixo, mas eu faria as duas coisas!


Luiza
Composição: Antônio Carlos Jobim



Rua,
Espada nua
Boia no céu imensa e amarela
Tão redonda a lua
Como flutua
Vem navegando o azul do firmamento
E no silêncio lento
Um trovador, cheio de estrelas
Escuta agora a canção que eu fiz
Pra te esquecer Luiza
Eu sou apenas um pobre amador
Apaixonado
Um aprendiz do teu amor
Acorda amor
Que eu sei que embaixo desta neve mora um coração

Vem cá, Luiza
Me dá tua mão
O teu desejo é sempre o meu desejo
Vem, me exorciza
Dá-me tua boca
E a rosa louca
Vem me dar um beijo
E um raio de sol
Nos teus cabelos
Como um brilhante que partindo a luz
Explode em sete cores
Revelando então os sete mil amores
Que eu guardei somente pra te dar Luiza
Luiza
Luiza



Bem, resta explicar de onde tirei a idéia para o bolo, certo? A música, mesmo falando de um amor que, aparentemente, não funcionou, me remete a algo doce. Se já não é mais, pelo menos, um dia foi... I hope so...

Quando ele diz: "...Boia no céu imensa e amarela/ Tão redonda a lua..." logo imaginei um bolo gostoso e fofo amarelo, é claro.

E quando diz: "...Dá-me tua boca/ E a rosa louca/ Vem me dar um beijo..." pensei em algo vermelho, úmido e brilhante cobrindo este mesmo bolo. Hummm...

Dai decidi fazer este Bolo Invertido de Laranja com Framboesas, que pensei ser um casamento perfeito. Me basiei numa receita da Betty Crocker, onde o bolo original nem era de laranja, era só um bolo comum. Já a cobertura era com framboesas também. Deveriam ser frescas, mas usei congeladas, o que deve ter comprometido o paladar. Artigos congelados não são o ideal para o meu gosto, embora, as vezes, lance mão de alguns.

O visual fica muito bonito e convidativo. Quanto ao paladar, o bolo ficou muito gostoso, mas a cobertura já nem tanto. Eu me decepcionei um pouco, pois esperava mais. Eu já imaginava, lá no fundinho, que não seria aquele gostinho de fantasia de balas de framboesas, mas que, pelo menos, ficaria mais gostosinho um pouco.

Bem, não fiquei louca pela coberetura. Vivendo, experimentando e aprendendo... O bolo vou repetir muitas vezes, mas com outra fruta. Mas não se enganem, nós, os super gulosos de plantão, comemos tudo! O ideal é servir com um pouco de chantilly por cima para realçar a cobertura.




Ingredientes:

Cobertura:

1/4 xícara de manteiga ou margarina (usei manteiga)
1/4 xícara de açúcar
1 1/2 xícara de framboesas frescas (usei congeladas)

Massa:

1 1/2 xícara de farinha de trigo
1/2 xícara de açúcar
2 colheres chá de fermento em pó
1 pitada de sal
1/2 colher chá de essência de laranja
2 colheres sopa de óleo vegetal
1 ovo
1/2 xícara de suco de laranja
Chantilly a gosto (opcional)




Modo de Preparar:

1) Aqueçer o forno a 150ºC (350ºF). Numa forma redonda de 22,5cm ou numa quadrada de 20cm, para a cobertura, derreter a manteiga no fogo, salpicar o açúcar e por cima arranjar cuidadosamente as framboesas. Reservar.
2) Numa vasilha média misturar todos os ingredientes da massa. Colocar sobre as framboesas na forma.

3) Assar de 35 a 40 minutos ou até que fazendo o teste do palito, ele saia limpo. Ao retirar do forno, virar imediatamente a forma sobre um prato de serviço, deixando-a por alguns minutos sobre o bolo, para que toda a calda escorra. Depois remover a forma. Deixar o bolo esfriar por, pelo menos, 10 minutos. Servir com chantilly, se desejar. Guardar o bolo levemente coberto.


Nota:
O ideal seria consumir o bolo todo no dia que foi feito, pois no segundo dia já não fica tão fofinho quanto no primeiro. O paladar permanece inalterado.


Que brincadeira legal e criativa! Convido a todos para participarem também!


29 comentários:

Valeria disse...

Cláudia
Eu também adoro Luiza!!Este ano a nossa Bossa Nova está completando 50 anos e Tom Jobim é um marco na Bossa.
E o seu bolo invertido ,que bárbaro!!òtima idéia!!
Beijos

Sushi disse...

Oi Tia, quanto tempo! Mommy viu essa musica aqui e lembrou daquela velha novela da Globo chamada Brilhante...(desculpe Mommy por estar entregando sua idade...).
Li seu outro post sobre as fotos, que trabalheira Tia Claudia, esse negocio de blog realmente toma um tempao. O que vc vai fazer no Labor Day? Ta a fim de vir pra Chicago? Vem tia, vem !! bjs

Glau disse...

Claudia, eu vi este desafio e depois disso qualquer comida que eu fazia, ficava pensando em qual música combinaria com aquela comida!

Vc foi super criativa, deixou a imaginação rolar solta! Adorei! Seu bolo ficou lindão!

Um beijo com carinho, Glau

Simone Izumi disse...

Ahnnn, mas ficou maravilhoso!!!!
hahahahahah...a gente se diverte com essas associações!!!!
Claudia, que bom que virou fã do youtube, pois é uma mao na roda!! Tem vários vídeos de culinária, que nos ajudam bastante!!!
Muito obrigada pela linda participação e boa sorte!!!!
bitocas

risonha disse...

Não conhecia essa mísica do Jobin mas realmente é linda...
e a receita do bolo também é fantástica.

moonlight disse...

Interessante este desafio, não sei se conseguiria ultrapassar! Bjs

Eliana Scaramal disse...

Amei a sua escolha! Ficou lindo o bolo!

Magia na Cozinha disse...

Valéria obrigada pelo elogio! Eu não sabia que a Bossa Nova completa 50 anos, que legal! Então, acabei prestando uma homenagem sem querer!
O meu marido adora Bossa Nova tb!

Oi Sushi? Sumido amigo!
Pois é Sushi, me lembro desta abertura da novela, apesar de antiga.
Eu sempre ficava encantada em assistir e nunca me sai da memória devido sua beleza estética.
Chicago?! Se desse eu iria correndo, digo, voando! Mas vai ter que ficar para outra vez. Infelizmente neste feriado não poderei ir. Amei o convite mesmo assim e na primeira oportunidade irei com certeza!

Glau obrigada! Olha, no começo tb me vi mal, mas depois a gente vê que não é tão díficil assim. É só deixar a imaginação correr solta como vc mesma disse! Vale a pena tentar!

Simone obrigada! O prazer foi meu em participar e espero que futuramente vc tenha mais desafios legais como este.
De fato, o You Tube é tudo de bom! Estou amando!

Risonha que bom que gostaste do bolo e da música! Tom Jobim sempre foi um grande talento nosso.

Moonlight o desafio é muito legal e eu adorei participar. Não sabia o que fazer. Só descansei depois de elaborar algo. Valeu a pena!
Obrigada pela visita. Apareça sempre!

Bjs a todas!

Anette disse...

Obrigada pela visita e pelo simpatico comentario! Adorei a foto do bolo, deve ficar óptimo!
Beijinho

Sabrina disse...

Claudia, que criatividade... Adorei a relação da música com o bolo, muito legal. O bolo ficou super bonito...
Beijos

Marcia disse...

Ah, eu gostei de tudo neste bolo, aliás gosto de toso os seus bolos.
E das músicas do Tom, gossto de todas que tem nomesde mulher, o CD Mulheres é o meu preferido. Bjos

Luciana Macêdo disse...

Adoro música, mas ainda não consegui "casar" a música com a culinária, mas estou tentando achar algo.
Mesmo que não tenha gostado da cobertura, a torta parece ótima,então é seguir sua sugestão, trocar a cobertura e tudo bem. Uma deliciosa participação.
Bjs!

Magia na Cozinha disse...

Anette o prazer foi meu visitá-la!
Muito obrigada tb pela visita e pelo elogio!

Marcia obrigada! Este CD do Tom Jobim a que vc se refere deve ser muito bacana. Eu ainda não havia ouvido falar, pois não conheço muito o trabalho dele. Obrigada pela dica!

Obrigada Luciana! No início a gente se atropela, mas depois que encontra o caminho fica mais fácil e já até consegue imaginar outros projetos. É um exercício muito interessante que me forcei a fazer e adorei!

Bjs meninas! :)

*-._.-* Anita *-._.-* disse...

Amiga...Nota 10! Pela criatividade da brincadeira e pela sua escolha, tanto de música, quanto do bolo mesmo ele não ficando com a cobertura do jeitinho que vc esperava... Adorei! ;)

bjsssss

Magia na Cozinha disse...

Anita muito obrigada amiga! É sempre um prazer vê-la por aqui!
Esta música é inesquecível para mim, adoro!
Bjs :)

Mari Rezende disse...

Claudia, a julgar pelo aspecto lindo, acho que eu gostaria muuuuito desse bolo!
Da próxima vez, deixe as frutas mergulhadas por um tempo em alguma bebida doce (vinho do porto, licor, etc)... O álcool ressalta o sabor e a doçura das frutinhas! Não desista do bolinho ainda, hehehehe...
Beijinhos!

Magia na Cozinha disse...

Mari que bom que vc gostou! O bolo fica mesmo muito bonito e convidativo.
A sua sugestão é muito boa, nem me ocorreu! De fato, deve dar um sabor todo especial as frutas e ao bolo em si.
Super obrigada! :)

Cláudia disse...

Tudo lindo, Cláudia. A música é uma de minhas favoritas e faz tempo que não a ouvia. Adorei, o bolo, romântico também, com essas framboesas vermelho paixão, combinou muito bem. Sua produção...nota 10!

bjs

Magia na Cozinha disse...

Obrigada Claudinha pelos elogios. Que bom que gostaste!
Bjs :)

mesa para 4 disse...

Que bolo tãaaao bonito...abraço

Magia na Cozinha disse...

Mesa para 4 muito obrigada! Que bom que gostaste! Fico feliz!
Bjs e ótimo domingo :)

Agdah disse...

Oi, Cláudia. Eu também, às vezes, me decepciono com o sabor dessas frutinhas vermelhas, mas ficou lindo.

Eu compro o cuscuz integral no Trader Joe's.

Magia na Cozinha disse...

Pois é Agdá, as frutinhas são mais bonitas que saborosas em si.
Quando eu morava no Brasil achava que o sabor seria uma coisa fantástica! Que seriam super doces e aromáticas, mas é só ilusão. Bem, nada é perfeito.
De qq maneira, podemos tentar utilizá-las de formas criativas.
Puxa, sabe que aqui na Florida não temos o Trader's Joe? Só temos o The Fresh Market e o The Whole Foods. São ótimos, mas careiros!
Bjs e obrigada pela informação! :)

Nani disse...

Música, bolo a acompanhar e um delicioso chá, que mais podemos desejar???????? Adorei, bjs

Nana disse...

Claudinha,
achei hiper poetico!
Ando sem paciencia, acho que iria fazer algo bem rock kkkk acompanhando uma música bem hard kkk
Bjs e boa semana.

Magia na Cozinha disse...

Nani é verdade. Uma delícia!

Nana amiga tente cultivar a paciência, vale a pena... Eu que o diga!
Eu acho que sou mais das baladas do que do rock. Muita agitação me estressa.
Não é incrível como somos todos diferentes? Eu acho o máximo!

Bjs queridas! :)

A chef disse...

Agora a sua receita de torta pode ganhar prêmios! Visite o blog Mirepoix e leia o regulamento completo sobre o concurso "Cantinho da Torta". As melhores receitas de tortas doces e salgadas escolhidas por votação vão ganhar apostilas, livros e uma linda torradeira. Participe! Receitas recebidas até 31 de agosto. Apuração e votação : 01 à 03 de setembro.

Jani disse...

Claudia,
Maravilhoso vai ser comer esse bolo ouvindo Tom Jobim.Que criatividade amiga!Parabéns!!!Bjs.

Magia na Cozinha disse...

Jani obrigada amiga! É sempre uma alegria vê-la por aqui!
Bjs :)