5 de junho de 2009

Pão Artesanal em 5 minutos


A primeira vez que ouvi falar deste pão foi no blog das queridas Alegna e Manuela. Achei tão fantástico que corri na hora para a cozinha e fiz. Como grande adoradora de pães não resisiti a tentação! A receita é maravilhosa e aprovadíssima!

Este pão, entre outros, foi desenvolvido por Jeff Hertzberg, médico e Zoë François, chef em Pastelaria, treinada no CIA (Culinary Institute of America). O processo todo levou cerca de 2 anos para ser concluído, o qual culminou com a publicação do livro Artisan Bread in Five Minutes a Day, em 2007, e com o blog de mesmo nome. E não pararam por ai. Em seguida publicarão um novo livro.

O pão se constitui de 4 ingredientes básicos: Farinha, fermento, sal e água. O tempo ativo de trabalho para se preparar a massa e confeccionar os pães, sem contar o tempo de descanso, é mínimo. A massa não precisa ser sovada e pode ser guardada no refrigerador, num pote de plástico com tampa simples, sem ser hermética, por até 2 semanas sem estragar. Pode ser congelada também. Tá bom ou quer mais?

Você faz a receita toda de uma vez, se desejar, ou vai fazendo aos poucos, podendo oferecer pão fresco a sua família a cada refeição. As opções são inúmeras e sua imaginação é o limite. Além de pães, é possível se fazer outros artigos de pastelaria que são uma verdadeira tentação.

Eu tirei a mão do bolso e já comprei o meu exemplar. Paguei US$ 20.76, com frete incluído, na Amazon. Achei carinho, mas valeu cada centavo pela utilidade que vai ter. Eu adorei e recomendo!

Qaunto ao blog, vale muito a pena visitar, pois eles tem uma série de receitas saidas fresquinhas do forno. E sabe o que é o melhor? Eles respondem as dúvidas da gente. Achei 10! Só não se esqueçam que é preciso escrever em Inglês.

Eles se tornaram super conhecidos e tem até um vídeo no You Tube. Recomendo que vocês não deixem de assistir para ter uma idéia de como preparar a massa e fazer os pães, mesmo que não compreendam o idíoma. Lembre-se: Uma imagem vale por mil palavras.


O livro tem uma série de explicações super úteis e é bem informativo. Esta receita que estou postando, é a básica. Você pode usar o tipo de farinha que preferir ou combinar tipos diferentes. Eu gosto muito de fazer meio a meio, ou seja, metade farinha branca, metade farinha integral.

Eu não tinha o hábito de usar farinha especial para pão, mas tinha muita curiosidade em experimentar. Então, aproveitando este episódio, comprei e testei com esta receita nova. Adorei: O pão fica mais úmido e mais fofinho por mais tempo.

O sal indicado para as receitas é o sal gourmet Kosher Salt, que possui uma textura mais granulosa que o sal de cozinha comum. No entanto, você pode usar sal comum, só deve se lembrar de diminuir a quantidade em 1/4 do total, já que é bem mais fininho.

Eles recomendam que as formas utilizadas sejam antiaderentes e levemente untadas, pois a massa é úmida e tende a grudar nas formas comuns. Já comprovei isto, quando fiz uns brioches em forminhas comuns de muffins.

Para pães em formato livre dá para usar forma do tipo tabuleiro polvilhada com farinha de milho que não tem problema de grudar. Eu tenho feito assim e funciona.

Vale lembrar que, se não utilizar toda a massa preparada de uma só vez, é só guardá-la na geladeira, dentro do pote plástico devidamente tampado por até 2 semanas. Neste meio tempo a massa desenvolverá mais paladar.

Em geral, eu faço meia receita, ou seja, dois pães. Ainda não deixei a massa guardada na geladeira por mais de um dia, pois não tenho muito espaço disponível. Gosto de variar as receitas, cada vez fazendo algo diferente para não enjoar. Prefiro também assar de vez os dois pães para economizar energia, assim ligando o forno só uma vez.

A massa pode ser congelada em porções de 500 g dentro de uma vasilha apropriada para congelamento. Para assar, retirar do freezer na noite anterior e deixar descongelando na geladeira. Ainda não congelei, mas achei uma opção excelente.

Os meus pães normalmente ficam prontos antes do tempo indicado na receita. Convém prestar atenção. Por duas vezes eu quiz deixar o tempo indicado pela receita e acabaram ficando muito tostados. O tempo varia de receita para receita e de acordo com a umidade do ar.


Receita Básica

Rendimento: 4 pães de 500 g. Pode ser dobrada ou divida.

xícara medidora: 240 ml

Ingredientes:

3 xícaras de água morna
1 1/2 colher sopa de fermento biológico granulado (2 pacotes de 7 g)*
1 1/2 colher sopa de kosher salt ou outro sal grosso
6 1/2 xícaras de farinha de trigo
Farinha de milho para polvilhar


Modo de Preparar:

Colocar todos os ingredientes, independente de ordem, numa vasilha plástica grande, que tenha uma tampa simples, sem ser hemética. Misturar bem os ingredientes com uma colher. Certifique-se de que não fique nenhum grumo seco de farinha. A massa deve ficar úmida.

Deixar repousar por duas horas em cima do balcão da cozinha, devidamente coberta. Ela vai dobrar de tamanho, por isso deve-se usar uma vasilha grande o suficiente para comportar o crescimento da massa.

Depois deste período modelar os pães no formato desejado, polvilhando um pouco de farinha, mas manuseando o mínimo de tempo possível para evitar perder as bolhas de ar formadas pela fermentação. Confira no vídeo a maneira de moldar os pães. Colocar os pães moldados num tabuleiro polvilhado com farinha de milho. Deixar descansando por cerca de 40 minutos. Não precisa cobrir.

Vinte minutos antes de assar, ligar o forno e pré-aquecer a 232ºC (450ºF). Colocar uma vasilha com água dentro do forno para criar vapor enquanto o pão é assado.

Polvilhar os pães com um pouco de farinha e fazer cortes na massa com uma faca de serra, utilizando o padrão que preferir. Em geral, faço uma cruz no meio.

Assar por 30 minutos ou até que os pães apresentem uma casca grossa, firme e douradinha. Esfriar os pães sobre uma grade.



Gostaram? Eu gostei muito e espero fazer várias receitas do livro. Com o tempo irei postando aqui no blog para dividir com vocês que ainda não tem o livro.


Notas:

* No livro a quantidade de fermento indicada para as receitas saiu incorreta. Diz 1 1/2 pacote, mas o correto são 2 pacotes de 7 g. Esta explicação está no blog dos autores do livro, sob Erros. Existem outros poucos ao longo do livro, os quais já corrigi no meu exemplar.

* Depois que a massa cresce a primeira vez, se você colocá-la na geladeira um pouco para gelar, ela ficará menos pegajosa e muito mais fácil de trabalhar.


51 comentários:

Letrícia disse...

Já tinha lido sobre este livro em algum lugar, mas não me lembrava mais. Fazer pão assim é muito prático, que legal!

Beijos!

Abelha Maia disse...

Este pão realmente parece ser maravilhoso, já tinha tb visto o video.
parabens e obrigado pela partilha
bj

risonha disse...

é óptimo poder comer pão feito por nós em casa, não é?
esse tem um aspecto fantástico!

Gina disse...

Pão é um alimento divino, maravilhoso. Tenho experimentado uma variedade enorme de pães no último mês. Dá pra resistir?
Ganhei a MFP, mas não deixo de fazer pães na forma convencional.
Esse pão está bem aerado e, se leva farinha integral, é bem melhor.
Bjs.

Cris disse...

Não gostei... amei!!!! Que maravilha, é quase a receita do no-knead mas facilitada!!! É hoje que tem pão aqui... beijos!!! Bom final de semana para vocês!

Silvinha disse...

Adorei a receita, Claudia!!!

Vc saberia dizer quantas gramas tem cada xicara de farinha?

Obrigada!

Beijos

ameixa seca disse...

Ando para testar este pão já há algum tempo, parece-me mesmo muito bom :)

Manuela © disse...

Mais uma blogueira que se rendeu a este método de confeccionar pão!
Eu não tenho o livro, por isso fico aguardar outras receitas :)

Eu quando faço é a receita inteira e faço 2 pães grandes, leva normalmente o dobro do tempo de cozedura da receita, mas acho que também varia muito de forno para forno.

Quero uma fatia quentinha com manteiga, pode ser? :)

Luciana B. disse...

Oi Claudia,
Eu adoro este pão!! Já fiz e além de não dar trabalho o gosto é incrível mesmo. O seu ficou lindo!
Um beijo e bom final de semana,
Luciana

Magia na Cozinha disse...

Letrícia eu tenho feito quase que diariamente, quando não tenho outra receita engatilhada.

Abelha Maia fico feliz que tenha gostado!

Risonha eu gosto muito, pois é bem rústico. Lembra o sourdough. Não custa fazer uma vez para experimentar.

Gina eu já me rendi ao prazer dos pães há algum tempo já. Não tenho a MFP.
Este eu gosto muito e faço direto. Sempre uso a farinha integral, pois é muito mais saudável.

Cris espero que vc goste! É muito fácil realmente.

Que bom Silvinha!
Eu uso uma xícara medidora de 240 ml.Em gramas acho que vai depender da farinha que vc utilizar. Vc pode usar tipos diferentes. Na verdade, eu nunca pesei.

Ameixinha eu gosto muito!

Manuela com certeza quero dividir mais receitas com vcs.
Com manteiga é tudo de bom!

Que bom que vc tb aprovou Lu. Eu adoro! Agora mesmo já vou preparar mais um pouco de massa.

Bjs amigas! :)

Naninha disse...

Menina nem acreditei quando li o titulo da receita, fui lendo e pensando assim isso não vai dar certo, rs Mas com essa foto sua linda ai não resta duvidas que dá certo e que é uma delicia!
Beijos

Magia na Cozinha disse...

Naninha não se preocupe que dá certo sim. Não deixe de checar o vídeo tb.
Eu acabei de fazer uma bacia de massa.
Mais tarde pão fresquinho para o lanche!
Bjs :)

leonor de sousa bastos disse...

Olá Cláudia!!

Apesar de já ter visto este pão espalhado por imensos blogs é sempre bom poder contar com mais uma experiência!:)
Já ando há que tempos com imensa curiosidade para experimentar este pão milagroso e já não me deve restar muito tempo sem resistir à tentação!...eheh...
O seu pão ficou com um aspecto óptimO!

Beijinhos!

lika disse...

olá deve ser uma delícia,vou fazer,se gostar coitadinha da minha máquina de fazer pão,adoro pão,novidades então...valeu a dica
tenha um ótimo final de semana
um abraço
lika

Magia na Cozinha disse...

Muito obrigada Leonor!
Eu recomendo, mas sou suspeita, pois adoro pães rústicos!

Lika é tudo de bom! Mais prático impossível!

Bjs :)

Cris disse...

Pronto! Já fiz!!! Woo hoo, primeira a testar sua receita!!! Claudia, as crianças amaram! Ficou uma mistura entre pão francês e pão italiano eu achei, casca grossinha crocante, demais! Obrigada por compartilhar a receita conosco! Beijos, bom final de semana!

Magia na Cozinha disse...

Cris fico super feliz que tenha sido útil para vc e que todos gostaram.
Vc pode varias a receita a vontade.
Bjs :)

thecookieshop disse...

Claudia, eu tenho muita preguiça de fazer pão, mas o seu está tão lindo, e a receita tão simples... Depois te conto como ficou!

Magia na Cozinha disse...

Eu adoro fazer pães e com uma receita tão fácil a gente se anima ainda mais.
Tomara que goste. Não tem erro!
Bjs :)

Mary disse...

Bem, o artisan bread faz um sucesso!
Cláudia, ainda não experimentei, mas o seu, o da Alegna e da Manuela, ficaram tão apelativos que só me resta testar! :)

Vivian disse...

Claudia, ja copiei a receita e logo logo vou fazer


bjks

Magia na Cozinha disse...

Mary não perca tempo amiga! Tenho certeza de que vc vai gostar! Nós acabamos de lanchar e comemos nosso pão fresquinho. Estava muito gostoso!

Que bom Vivian. Espero que vc goste. Qq dúvida é só perguntar.

Bjs :)

Claudia disse...

Clauzinha, que dica maravilhosa.

Estava atrás de uma receita de pão assim. Vou assistir ao vídeo sim, mas já copiei teu texto.

Obrigadinha!

Claudia

Magia na Cozinha disse...

Claudia que bom que pode ser útil para vc!
Eu gostei muito e tenho feito direto. Vale a pena. Com a sua imensa criatividade, vc pode variar bastante as receitas.
Vou torcer para que gostem!
Bjs :)

Al Bacio - Boutique do Açúcar disse...

Não deixe de visitar o site da mais nova grife de doces.

www.albaciodolceria.blogspot.com

Lá você vai encontrar mais de 30 sabores do docinho que é mania nacional - o brigadeiro.

Delicie-se!

Teretete na cozinha disse...

que legal Claudia!
vai ser minha proxima fornada.rsr
adorei!!1

Magia na Cozinha disse...

Obrigada pelo convite!

Teretete que bom que vc gostou. Aqui somos todos fãs!
Obrigada pela visita!

Bjs :)

Mundo de Alice disse...

adorei esta receita de pão!!!vou testar com certeza!!!
bjs

Paula disse...

Ai, meu Deus...Para quem não tem tempo (ai, esqueci que não posso mais usar o não, mas é difícil, hehehe!!) a receita parece bem legal!
Quando vejo estes pães lindos assim já me dá vontade de fazer uma sardela e um patê de beringelas e me acabar!!
Um bom requeijão, tipo catupiry, também me satisfaz...Sem luxo, mas com sabor!!
Obrigada pela visita e pela receita.
Uma semana iluminada!!
Beijos :)

Valeria disse...

Cláudia ,Adorei o seu pão e as dicas!Como eu tb sou vidrada num pãozinho pode ter certeza que vou atrás desse book cheio de coisas boas com certeza!!
Beijocas
Valéria
Papos de Anjo

CASSANDRA GAVA disse...

AMEI SEU BLOG!!! PARABÉNS!!!!

Magia na Cozinha disse...

Que bom Alice! Acho que vc vai gostar!

Paulinha tenho que rir com vc! Eu é que me acabo com estes pães! Sou viciada!

Valeria eu gostei muito do livro. Ainda estou lendo. É enorme. E em outubro vem o novo por ai com mais de 100 receitas e super saudáveis!

Cassandra muito obrigada! Foi um prazer recebê-la. Volte sempre que desejar!

Bjs :)

AndreaDomingas disse...

Oi Cláudia!
Adorei a sua explicação sobre este pão e sobre o livro! Claro, já tinha lido em vários blogs sobre o livro, mas ninguém tinha feito uma propaganda tão boa quanto sua! :) Por isso mesmo, não conseguiram me convencer...
Achei genial, principalmente o armazenamento longo na geladeira! Vou conferir esta receita sim! Já anotei.
Bjinhos,

edinha disse...

Este pãozinho deve ficar uma delícia
Beijinho

Magia na Cozinha disse...

Andrea que bom que gostou do post e da receita. Eu gosto muito deste pão e faço direto.
É uma questão de experimentar e ver se gosta. Eu intercalo este receita com outras que vou pesquisando. Gosto de variar.

Edinha fica realmente!

Bjs :)

Mari disse...

Clau, não acredito que perdi esse post... vendo meus links, agora que fui ver seu lindo pãozinho!! Menina, fiquei com água na boca, e parece tão fácil de se fazer... que maravilha ficou!!!
Adoro fazer pães em casa, mas geralmente uso a MFP para fazer a sova e o descanso... fico aflita com a massa do pão grudando em mim, rsrsrs
Bjo grande,

Mari

Magia na Cozinha disse...

Mari este pão é prático pq não precisa ser sovado. Vc mistura com uma colher ou batedeira se preferir.
Eu acho que não há necessidade de sujar a batedeira para isso.
A massa quanto mais gelada, menos gruda nas mãos e como é super rápido de moldar, não dá tempo de grudar quase nada nas mãos.
Vale conferir!
Bjs :)

Leila disse...

Teu pao ficou lindo Claudia. Deu vontade de comer!
beijinhos

Magia na Cozinha disse...

Leilinha ficou muito gostoso sim.
No próximo livro eles vão lançar receitas glúten-free. Uma grande ajuda para vc e outras pessoas que são alérgicas.
Bjs :)

Luciana Macêdo disse...

Você pergunta se gostei...não, adorei a receita. Não vivo sem um pãozinho e esta receita é muito prática.
Bjs!

Magia na Cozinha disse...

Que bom Lu! Não deixe de provar que é muito gostoso!
Bjs :)

Simone Izumi disse...

Nossa, Clau...ficou super profissa!!!!!!!!!!!! Eu adoro pães, só falta a mão para saber faze-los...rs
bjocas,
si

Magia na Cozinha disse...

Oh, Si, este é mole, mole. Não tem erro. Ele fica lindo assim sozinho!
Bjs :)

cristinita disse...

Adorei a receita do pão!!
Vou experimentar fazer hoje. Muito obrigada pela partilha e parabéns pelo blogue (que descobri hoje).
E não se esqueça de partilhar connosco outras receitinhas do livro. :)

Magia na Cozinha disse...

Cristina muito obrigada pela visita!
Espero que goste do pão. É muito gostoso!
Com certeza vou partilhar outras receitas. Tenho feito várias.
Volte sempre!
Bjs :)

therezinha disse...

Adorei esta receita, mas desejava saber se não leva manteiga mesmo, e se não precisa untar a forma.Bjs e obrigada

Magia na Cozinha disse...

Therezinha basta polvilhar a forma com farinha de milho.
Não vai manteiga não. Esta é a receita básica e só leva 4 ingredientes.
Outras variações desta receita, no entanto, levam manteiga. Mas esta não, não se preocupe.
Espero que consiga um bom resultado. Leia bem o texto antes, ok?
Obrigada pela visita!
Bjs e boa semana! :)

vera disse...

Oi Claudia, primeiro parabens pelo seu blog, ele e lindo!! Eu cheguei ate seu blog atraves do blog da Ana L. Gostaria de fazer uma pergunta, onde vc compra o fermento para o pao? Qual o nome em ingles eu moro aqui em MI.
obrigada vera

Magia na Cozinha disse...

Vera muito obrigada pela visita!
Eu compro o fermento no supermercado, no mesmo corredor onde compro a farinha.
Fermento seco biológico para pão chama-se "yeast". É uma tripinha com 3 pacotes de 7g cada. Uso da marca Fleshmann's ou Red Star.
Tem 2 tipos: o comum e que faz crescer mais rápido (highly active). Eu uso o segundo.
Cheuqe aui p/ mais informações:

http://www.breadworld.com/

Espero ter ajudado. Volte sempre!
Bjs :)

Mari - Strawberrycandy disse...

Andava na net à procura de receitas de pão e vim aqui parar ao seu blog! Adorei esta receita!
Adorei o blog e já o estou a seguir!

Visite o meu:

www.strawberrycandymoreira.blogspot.com

Beijinhos

Magia na Cozinha disse...

Mari muito obrigada pela visita!
Espero que a certe e goste desta receita. Eu já fiz incontáveis vezes. Fica muito bom!
Obrigada pelo convite. Irei visitá-la assim que puder.
Bjs :)