17 de setembro de 2009

Arroz de China Pobre


Eu sou gaúcha de Porto Alegre, mas nunca me liguei muito no nosso folclore e nos tradicionalismos. Não é a minha praia. Contudo, visitando a Daniele, que esta apresentando uma série de pratos sulinos, em virtude da Semana Farroupilha, fiquei com uma vontade enorme de fazer este arroz tão saboroso e que pode ser incrementado ao gosto do freguês.

Esta receita é meio parecida com o tradicional Arroz de Carreteiro, mas eu fiz do meu jeito e usando o que eu tinha em casa. Nós gostamos do arroz bem úmido, como se apresenta nas fotos, então, ele tem que ser servido logo que fica pronto, senão logo fica seco. Convém já deixar a mesa posta e tudo o que for necessário a postos.

É um prato forte e reconfortante, ótimo para os dias frios. Quebra o maior galho em dias ocupados ou quando se tem muita gente para almoçar ou jantar, já que é um prato úncico. Para complementar uma boa salada a gosto e pronto!

Fiquem atentas: Utilizo uma quantidade grande de caldo de frango, porque uso arroz integral. Se usar outro tipo de arroz, talvez tenha que ajustar a quantidade para o arroz não ficar empapado.

Quem quiser saber mais detalhes sobre o porquê do nome do prato, é só dar uma passadinha aqui, que a Danieli explica tudo bem direitinho. Valeu a dica Dani!


Ingredientes:

1 cebola média picada
1/2 pimentão grande picado
1 dente de alho grande picado
175 g de lingüiça de peru picada
1 1/2 xícara de arroz integral
4 colheres sopa de massa de tomate
5 xícaras de caldo de frango
1 pitada de sal
1 pitada de molho de pimenta picante
1 cenoura grande ralada no ralo grosso
Ovo duro picado (opcional)
Salsa picada (opcional)


Modo de Preparar:

Numa panela grande, em fogo médio, refogar a cebola, o alho e o pimentão em um pouco de óleo. Colocar a lingüiça e refogar. Colococar o arroz e refogar. Colocar o caldo de frango e a massa de tomate e mexer bem. Temperar a gosto, tapar a panela, baixar o fogo e cozinhar por cerca de 40 minutos ou até que o caldo tenha sido quase todo absorvido e o arroz esteja macio. Colocar a cenoura, mexer bem e deixar mais alguns minutos para incorporar. Servir imediantamente, polvilhando com ovo duro e/ou salsinha, se desejar.


Para saber mais sobre a Semana Farroupilha, clique no logo abaixo:

19 comentários:

Abelha Maia disse...

Um arroz com ingredientes a meu gosto, não conhecia o nome, mas sim parece bem delicioso.
Obrigado pela partilha.
bjsss

Anna disse...

Eu admiro muito o pessoal do Sul, vou olhar sobre a semana.
Comprei uma panela de fazer arroz elétrica, deve chegar a semana que vem, assim vou experimentar seu arroz.
Beijos

Pratos da Bela disse...

Chama-se a isso pobre????
Acho mais que é rico...
Jinhos fofos

Gina disse...

Cláudia, eu adoro as coisas folclóricas e tradicionais! Elas dão asas à imaginação ou mantêm os sabores na memória.
Arroz de carreteiro fiz muito poucas vezes, mas acho bem gostoso.
Gostei desse link que você passou sobre a Semana Farroupilha, obrigada! Isso já me deu uma ideia.
Bjs.

»¤Þ䵣䤫 disse...

Que belo arroz, me deu água na boca aqui! Adorei a receita! Bjos

Nane Cabral disse...

Achei bem legal essa receita, nunca tinha visto dessa forma, já está anotadinho. Bjos, nane vovoqueensinou.blogspot.com

Tatiana disse...

Eu vi essa receita no blog da Dani... fiquei doida de vontade! Linda receita!Tá na fila...rs...

Danieli C. disse...

Que legal que você gostou da minha dica, me sinto feliz com a sua homenagem ao meu blog! Até o final de semana vão aparecer mais algumas receitinhas gaúchas! Beijos

ameixa seca disse...

O arroz que como também é integral e também gosto dele bem húmido, malandrinho como lhe chamamos por cá :)
Tem um óptimo aspecto!

Magia na Cozinha disse...

Abelhinha ficou delicioso e é super simples de fazer.

Obrigada Anna! Espero que faça muitas receitas gostosas com sua nova panela. A minha tia tem uma e é muito prática.

Belinha é engraçado, não é mesmo? Hehe.

Pois é Gina, conheço várias pessoas que gostam do folclore tb.
Fico feliz que o link tenha sido útil para vc. Me pareceu bem informativo.

Que bom Paulinha!

Nane eu sempre faço assim. É mais ou menos como a minha mãe faz. Vc pode variar a vontade.

Tatiana ficou super gostoso e quase não sobrou para contar história!

Imagina Dani. O prazer foi meu. Os seus post me deram saudades da terrinha.
Tantos anos longe do sul que a gente acaba esquecendo algumas coisas tão simples, mas super gostosas.
Aguardarei os próximos posts!

Ameixinha este é o jeitinho que prefiro: Malandrinho. Gostei do apelido!
Depois que seca já não é mais a mesma coisa. Me apetece mais quando está bem úmido.

Bjs :)

Danieli C. disse...

Cláudia, não resisti e deixei mais um selinho para você heheheh. Beijos

»¤Þ䵣䤫 disse...

Bom dia Claudia! Olha eu aqui outra vez, dessa vez para avisar que tem um selinho muito dos fofos pra vc lá no meu blog! Bjinhos

Claudia disse...

Clauzinha,


Adorei o título da postagem e fiquei curiosa. Eu adoro arroz de carreteiro e arroz estufados em geral. Ficou uma beleza. Eu adorei a receita. Como eu li toda a obra do Erico Veríssimo eu sei bem o que é uma China para os gaúchos...


Bj

C.

Marcia disse...

Claudia
gosto muito das receitas folclóricas e não conhecia este arroz. Vou experimentar e com o integral há de ficar ótimo.
bjinho

Magia na Cozinha disse...

Obrigada Dani!

Paula obrigada!

Claudia que bom que gostou. Eu gosto muito de pratos com arroz.
Que bacana vc já ter lido a obra do Érico Veríssimo. Eu ainda não li.
Sempre fui um pouco preguiçosa para leituras, tenho que confessar.
Atualmente tenho lido muitas obras espíritas que tem me caído nas mãos.

Marcia aqui em casa praticamente só usamos Arroz Integral, mas vc pode usar o branco tb se preferir. Só corrija a quantidade de água.

Bjs :)

Eu Mulher disse...

Amiga, sou nordestina, mas amo o sul do Brasil, principalmente o RS.

Em 2007 estive em Gramado essa mesma época e fiquei encantada com as tradições que alguns gaúchos tem e também com o amor a sua cultura.

Grande beijo

Paula disse...

Claudinha, esse arroz ficou com uma cara ótima, tb uso muito o integral, adoro, vou tentar!!
Uma semana iluminada!!

Nana disse...

Tu sabe que não sou fã de arroz, mas como muito com um bom caldo!
Adorei esse, vou colocar na lista a fazer hehehehe
Bjsss

Magia na Cozinha disse...

Ana muitas pessoas que não são do sul, apreciam as coisas do sul. Há muita fartura com comida.
Eu não conheço praticamente nada do Brasil.

Vc vai gostar então Paulinha!

Que bom Nana!

Bjs :)