7 de março de 2012

Pão Camponês Europeu


Antigamente a farinha branca era um privilégio dos nobres, enquanto que os menos favorecidos tinham que se contentar com os grãos integrais. Felizmente isto tudo é coisa do passado. Os grãos inegrais não só são muito mais saborosos, mas muito mais saudáveis também.

Esta é mais uma sugestão que retirei do livro Artisan Bread in 5 Minutes a Day. Uma das que mais gosto de repetir, pois a massa contém centeio, um ingrediente que aprecio bastante.

Rendimento: 4 pães de 500 g. Pode ser dobrada ou divida.

xícara medidora: 240 ml

Ingredientes:

3 xícaras de água morna
1 1/2 colher sopa de fermento biológico granulado (2 pacotes de 7 g)
1 1/2 colher sopa de kosher salt ou outro sal grosso
1/2 xícara de centeio
1/2 xícara de farinha de trigo integral
5 1/2 xícaras de farinha de trigo
Farinha de milho para polvilhar



Modo de Preparar:

Colocar todos os ingredientes, independente de ordem, numa vasilha plástica grande, que tenha uma tampa simples, sem ser hemética. Misturar bem os ingredientes com uma colher. Certifique-se de que não fique nenhum grumo seco de farinha. A massa deve ficar úmida.

Deixar repousar por duas horas em cima do balcão da cozinha, devidamente coberta. Ela vai dobrar de tamanho, por isso deve-se usar uma vasilha grande o suficiente para comportar o crescimento da massa.

Depois deste período modelar os pães no formato desejado, polvilhando um pouco de farinha, mas manuseando o mínimo de tempo possível para evitar perder as bolhas de ar formadas pela fermentação. Confira no vídeo a maneira de moldar os pães. Colocar os pães moldados num tabuleiro polvilhado com farinha de milho. Deixar descansando por cerca de 40 minutos. Não precisa cobrir.

Vinte minutos antes de assar, ligar o forno e pré-aquecer a 232ºC (450ºF). Colocar uma vasilha com água dentro do forno para criar vapor enquanto o pão é assado.

Polvilhar os pães com um pouco de farinha e fazer cortes na massa com uma faca de serra, utilizando o padrão que preferir. Em geral, faço uma cruz no meio.

Assar por 30 minutos ou até que os pães apresentem uma casca grossa, firme e douradinha. Esfriar os pães sobre uma grade.

14 comentários:

Guloso e Saudável disse...

Cláudia,
Adorei a receita, vou testar para ver se consigo igual resultado, seu pão ficou lindo, também deve estar delicioso.
Beijo,
Vânia

♥♥ belinhagulosa ♥♥ disse...

Mas que pão maravilhoso, ficou lindo e perfeito....bjokitas

Teresa Newman disse...

Claudia que pão lindo! vou levando a receita.rsrs

Claudia Lima disse...

Vania é importante seguir bem as indicações para se obter um bom resultado.
No calor a massa cresce mais rápido.
Espero que goste!

Obrigada Belinha.

Tb acho Teresa.
Experimente se puder!

Bjs :)

Gina disse...

O pão é alimento divino. Que coisa maravilhosa!
Ando com meu tempo contado..., mas sinto falta de modelar meus pães.
Bjs.

Claudia Lima disse...

Concordo plenamente Gina!
Antes fazia pão a cada dois dias direto e tb sinto falta de por a mão na massa.

Bjs :)

Cristina disse...

Adoro esse aspecto de pão rústico, já anotei a receita, obrigada!!
Ótimo fds...

CamomilaRosaeAlecrim disse...

Adorei...e ficou diferente!
Parabéns ...
js e bom domingo!
CamomilaRosa

Claudia Lima disse...

Cristina eu também. Adoro este tipo de pães.

Que bom CamomilaRosa. Experimente quando puder. Espero que goste!

Bjs :)

Diana disse...

Olá!!

Belo pão!! Também gosto de pôr a mão na massa literalmente!!É tão prazeroso quando fazemos pão, não é? Recentemente, fiz um post de pão italiano, feito por mim! Quando tiver um tempinho, confira a receita no blog, pois é prática, saborosa e rende um pão grande com poucos ingredientes!! Bjs.

Paula disse...

Claudinha, que lindo pão! O mais antigo dos alimentos, o mais cheio de significados... Um lindo presente não acha? Feito assim, com amor, quem sabe acompanhado de uma geléia ou antepasto, quem não gostaria de receber??

Adorei e salvei para fazer.

Passei para te deixar um beijo, com saudades, ando correndo e quase sem tempo para visitar os amigos...

Sabe que nos conhecemos desde 2009?? Olha como o tempo passa... E o seu blog a cada dia melhor, como um bom vinho que merece ser degustado, com calma e vagar!

Inté!!

Claudia Lima disse...

Diana obrigada [pela visita e sugestão. Vou conferir.
Pão feito em casa é tudo de bom!

Paula obrigada pela visita e carinho.
O tempo voa mesmo e é sempre um prazer tê-la por aqui.

Bjs :)

Valentina disse...

Cláudia, o teu pão ficou maravilhoso. Assim como vc adoro os pães integrais, com farinhas deliciosas.

Claudia Lima disse...

Valentina nós adoramos pães integrais, pois são muito mais saborosos e saudáveis.
Bjs :)